quarta-feira, 16 de Abril de 2014

A História de Portugal em Romances [Divulgação - Saída de Emergência]



900 anos de histórias, contadas pelos melhores romancistas históricos

"Venha descobrir a História de Portugal, não no tom pesado dos historiadores, mas pela pena inspirada dos grandes romancistas. Nove séculos e um mapa-mundo inteiro são a tela desta coleção, pintada de aventura e coragem, tragédia e desonra, mas sempre com uma alma bem maior do que um pequeno país poderia almejar."

A Saída de Emergência vai lançar este mês o primeiro volume de uma colecção única sobre a História de Portugal, que tem o intuito de chegar a um público vasto, que pretenda descobrir mais sobre o seu país, de forma lúdica. 

Quanto à razão de ser desta publicação, a editora defende que "Vivemos um período menos feliz da nossa História. A sociedade está deprimida e só ouvimos más notícias. Os portugueses precisam de recuperar o seu amor-próprio. A História de Portugal em Romances vai fazer isso mesmo: recordar-nos os momentos mais importantes da nossa História, bem como as figuras-chave que moldaram o nosso destino."


Esta colecção encontra-se idealizada com uma publicação de 4 a 5 livros por ano e pretende dar a conhecer quase nove séculos de intrigas políticas, batalhas épicas, revoluções e heróis perdidos no esquecimento.

segunda-feira, 14 de Abril de 2014

Tigana - A Lâmina na Alma


Nome: “Tigana – A Lâmina na Alma”

Autor: Guy Gavriel Kay

Nº de Páginas: 320

Editora: Saída de Emergência

Resumo: “Tigana é uma obra rara e encantadora onde mito e magia se tornam reais e entram nas nossas vidas. Esta é a história de uma nação oprimida que luta para ser livre depois de cair nas mãos de conquistadores implacáveis. É a história de um povo tão amaldiçoado pelas negras feitiçarias do rei Brandin que o próprio nome da sua bela terra não pode ser lembrado ou pronunciado. Mas anos após a devastação da sua capital, um pequeno grupo de sobreviventes, liderado pelo príncipe Alessan, inicia uma cruzada perigosa para destronar os reis despóticos que governam a Península da Palma, numa tentativa recuperar um nome banido: Tigana. Num mundo ricamente detalhado, onde impera a violência das paixões, este épico sublime sobre um povo determinado em alcançar os seus sonhos mudou para sempre as fronteiras da fantasia.”

Opinião: Guy Gavriel Kay é um escritor Canadiano, que reside em Toronto. Autor de nove romances e de uma conhecida complicação de poesia, “Beyond This Dark House”, o escritor venceu por duas vezes o Aurora Award e recebeu o International Goliardos Award, pela sua contribuição ao Fantástico, tendo sido igualmente nomeado por três vezes para o World Fantasy Award.

A obra “Tigana”, editada inicialmente em 1990, foi traduzida pela Saída de Emergência no presente ano em dois volumes com os títulos “Tigana – A Lâmina na Alma” e “Tigana – A Voz da Vingança”, que foi lançado no passado dia 21 de Março.

“Tigana” foi fadada ao esquecimento, devido à maldição do Rei Brandin, que levou à omissão desta civilização e até que o pronunciamento do seu nome se tornasse impossível. Todavia, um grupo de sobreviventes, por ocasiões do destino, acabam por se cruzar e irão tentar derrubar os reis que lideram a Península de Palma, de modo a devolverem a Tigana a sua existência.

Após a leitura de “Os Leões deAl-Rassan”, que mostrou ser uma obra bastante cativante, tinha muita curiosidade em ler mais obras do escritor, pelo que com a saída de “Tigana” foi com interesse que iniciei a sua leitura. Confesso que, contrariamente ao que aconteceu com “Os Leões de Al-Rassan”, não senti que a história fosse muito confusa, nem demasiado intricada, o que facilitou a ambientação ao mundo e às personagens criadas pelo autor.

No que se refere à idealização e contextualização do mundo, foi outro dos aspectos que me agradaram, penso que o autor tem uma capacidade soberba de descrever os cenários e as personagens, de modo que praticamente nos transporta para o seu mundo. Nesta obra somos apresentados à história de uma civilização perdida na História, tendo-lhe sido roubada a sua identidade, cultura e lendas. Aquilo em que o indivíduo se torna é-lhe transmitido através da socialização primária, através dos seus pais, e da socialização secundária, da sociedade onde se encontra inserido, o que leva à consolidação da sua personalidade. Se a nossa sociedade deixasse de existir, parte da nossa essência estaria para sempre comprometida, perdida no esquecimento e esta obra aborda este tema de uma forma perfeita, sendo efectivamente muito interessante do ponto vista sociológico.

Relativamente às personagens, somos apresentados a um enredo cativante e bastante diverso, que nos presenteiam com uma humanidade, perspicácia, paixão e força de vontade enormes, que não deixam de nos sensibilizar.

Numa escrita cuidada, Guy Gavriel Kay não nos apresenta uma obra que se leia de uma assentada, muito pelo contrário, trata-se de uma narrativa que se aprende a apreciar a cada folhear de página, para se degustar e, por este mesmo motivo, tem um início algo lento e requer que façamos algumas pausas para assimilar e apreciar a história da forma que a mesma merece.

Em suma “Tigana – A Lâmina na Alma” é uma história repleta de conspiração, acção e traição, polvilhado com algum amor, que nos deixa rendidos e ansiosos pelo segundo volume “Tigana – A Voz da Vingança”, que será certamente das minhas próximas leituras.

Citações a Reter: “Não existem caminhos errados. Apenas caminhos que não sabíamos que teríamos de percorrer.” (p. 307)


Avaliação: 4/5 (Gostei Bastante!)

quarta-feira, 2 de Abril de 2014

Plano de Compras 2014 (Actualização Março)


Encontrei esta ideia no blogue da Cata, Páginas Encadernadas e foi originalmente criada pelo Nuno do blogue Página a Página

Neste mês de Março, como expliquei no post dedicado às aquisições, adquiri mais quatro livros, mas também tive três ofertas e foram-me emprestados três livros, pelo que embora continue a adquirir livros, tenho igualmente conseguido poupar.


Compras: 8

Valor Gasto: €76.76


Livros Recebidos: 0

Valor Poupado: 0


Livros Ganhos: 9

Valor Poupado: 143.82



Livros Emprestados: 10

Valor Poupado: €173.41


Poupei em 2014= €273.78

De modo a organizar melhor o Plano, para saber em que meses me portei melhor e pior, decidi construir uma tabela, que vi no blogue da Cata, Páginas Encadernadas, e no blogue da Catarina Little House of Books, que foi a detentora da ideia.



Gasto Mensal Poupança Mensal Total Gastos 2014 Total Poupança 2014
Janeiro 0 127,55 0 127,55
Fevereiro 43,45 96,84 43,45 180,94
Março 33,31 92,84 76,76 273,78
Abril
Maio
Junho
Julho
Agosto
Setembro
Outubro
Novembro
Dezembro

Aquisições de Março


Como sabem tinha como intuito diminuir drasticamente o número de aquisições, de modo a tentar ler os livros que tenho na estante por ler, mas a verdade é que embora eu continue a poupar, como irei mostrar no Plano de Compras de Março, continuo a adquirir mais livros do que seria suposto e, por isso, prometo que vou tentar no mês que vem portar-me melhor.

 

Através de uma campanha da Fnac adquiri "Ligeiramente Preverso" de Mary Balogh, segundo volume da saga "Bedwyn Saga", que trazia como oferta o primeiro volume "Ligeiramente Casados". Da autora já li "Uma Noite de Amor", que embora não me tenha arrebatado, foi uma obra que me deu algum prazer folhear e fiquei curiosa com estas obras.

  

Em segunda mão, num site de Leilões, adquiri "A Princesa de Gelo" de Camila Läckberg, que já me suscitava interesse há algum tempo e que tem opiniões favoráveis; "O Sabor da Tentação" de Elizabeth Hoyt e "Teu para Sempre" de W. Bruce Cameron.

 


E, por último, referente à Campanha de Livros Grátis da Presença, o mês passado houve reposição de stock, pelo que aproveitei para adquirir "Os Filhos de Anansi" de Neil Gaiman e ganhei num passatempo, do blogue O Imaginário dos Livros, o livro "Ruth - À Reconquista do Reino" de Alexandra Quintal.

O que acharam das minhas aquisições de Março? Já leram algum destes livros ou estão curiosos com a opinião de algum em específico?